sexta-feira, 29 de abril de 2016

SEE- Projeto de Mãos Dadas


A Secretária de Estado de Educação e Esporte começou hoje (27/04/2016) no Teatro Plácido de Castro o projeto de mãos dadas com a escola e o Festival Estudante da canção. O NAAH/S marcou presença (Brenda Nadyla –Coordenação e os professores Marco Melo, Lucilene Santana, Janete Pereira e Tais Galdino), ressaltando também a presença do Assistente Educacional Bruno Afonso.

Várias Escolas apresentaram os seus talentos musicais, entre eles o aluno Thiago Oliveira Rebouças, que encantou o público com duas apresentações no saxofone.





Sobre o curso


Na Segunda e Terça-feira,(25 e 26 de abril) a equipe de identificação trouxe muitas informações acerca de características de superdotação com as professoras R. Lucilene e Elizabeth N Dias. Já o professor Marco Melo juntamente com o nosso ex aluno Bruno Afonso agora trabalhando no NAAH/S, apresentou as técnicas de como elaborar um bom desenho com um vídeo que foi sucesso total entre os cursistas. Dia 27, a equipe de orientação dos professores da AEE iníciou sua participação com as professoras Tais Galdino e Geciane Martins.









TRABALHANDO A CRIATIVIDADE

Nesta quinta-feira, dia 21/04 encerramos o primeiro momento do curso com a apresentação dos trabalhos voltados à Criatividade. Contamos com a participação das professoras Glenny Holanda e Luciana Leite. Os professores deram um show à parte. Foi muito bom!
Um dos principais ingredientes da criatividade é a imaginação. Saber sair da caixinha. Tendo conhecimento e imaginação, as ideias podem ser combinadas, alteradas e recombinadas. Confira os resultados!





segunda-feira, 25 de abril de 2016

Academia Juvenil Acreana de Letras

No dia 23/04/2016, sábado as 15:00h, houve nas dependências da Academia Juvenil Acreana de Letras – AJAL, situada no prédio do CRIE, mais uma competição poética de jovens escritores, tudo conduzido de forma acessível e de bom gosto pelo Presidente da Academia Jackson Viana. Ao final um coquetel aguardava os participantes.
Na ocasião, a Prof.ª Elizabeth Nunes do NAAH/S se fez presente ao evento como jurada e para acompanhar a aluna Adriana Barbosa de Castro (8º ano da Escola Raimundo Gomes) em processo de identificação em poesia para participar da competição e observar o aluno Jackson em uma das áreas que está sendo identificado, liderança.







quinta-feira, 21 de abril de 2016

FALANDO DE POESIA

PROJETO “FALANDO DE POESIA” ADENTRA AS ESCOLAS DE RIO BRANCO
            Tendo como base a importância de incentivar e trabalhar as habilidades dos alunos identificados pelo NAAH/S, o projeto “Falando de poesia”, escrito pela professora orientadora Taís Galdino, tem como proposta divulgar o trabalho e o talento da aluna Rayssa Castelo Branco da Silva, 16 anos, que foi identificada com altas habilidades em Língua Portuguesa com destaque notável para a produção de poemas e lançou o seu primeiro livro, intitulado “Meus primeiros poemas”, no ano de 2015, através da lei de incentivo à cultura da FEM - Fundação Elias Mansour -, a partir do projeto escrito pelo professor do NAAH/S Thiago Tavares.
O intuito é levar para as salas de aula das escolas participantes do projeto uma jovem escritora na qual os alunos poderão se identificar, de forma a motivá-los a se tornarem também leitores e escritores. A abordagem nas escolas tem sido direcionada para a importância dos alunos conhecerem pessoalmente uma escritora, possibilitando a troca de ideias e a oportunidade de conhecer o trabalho da jovem Rayssa Castelo, uma escritora em potencial que já possui um segundo livro para ser publicado.
No ano de 2015, o projeto foi inserido nos planos de aula dos professores da escola Diogo Feijó, onde foram trabalhadas as poesias com os alunos do 6° ao 9° ano, sendo escolhidas conforme os critérios dos professores. O encaminhamento se deu de forma que as poesias foram trabalhadas nas salas de aula e, despertado o interesse dos alunos em conhecer a autora, foi marcada pela coordenadora da escola, professora Lúcia Amorim, uma roda de conversa com os alunos e a jovem escritora Rayssa Castelo. 
O resultado do projeto foi impressionante. Os alunos despertaram para a produção textual e viram a possibilidade de ver suas escritas saírem do papel, tendo também a possibilidade de verem seus livros publicados. Ter uma escritora na idade deles, sendo também fruto da rede pública de ensino e de projetos de incentivo à leitura, fez os alunos ampliarem a sua visão para a importância da leitura e escrita. Rayssa tem um potencial incrível, e ver um dos nossos alunos se tornar escritor reconhecido é muito gratificante para nós professores. Para um escritor, as páginas escritas se tornam um mundo de possibilidades, e o objetivo desse projeto foi alcançado muito mais do que imaginamos.” Lúcia Amorim, coordenadora da escola Diogo Feijó.
No começo desse ano de 2016, o projeto foi apresentado para seis escolas com o objetivo de ser inserido no projeto de leitura que ocorre durante todo o ano nas escolas públicas de ensino. O projeto alcança alunos desde o ensino fundamental I ao ensino médio e tem despertado a criatividade das coordenações das escolas em sua abordagem com o trabalho da aluna Rayssa Castelo Branco e de tanto outros escritores que estão surgindo com o incentivo do projeto.
Caso sua escola também deseje ter esse projeto incluído na rotina de aula, entre em contato conosco. Nos colocamos à disposição para maiores esclarecimentos.






Parceria de Sucesso!

O NAAH/S, Núcleo de Atividades de Altas Habilidades/Superdotação, vem destacar a parceria com Instituto de Matemática Ciências e Filosofi...