quinta-feira, 28 de julho de 2016

SEMINÁRIO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL

O NAPI (Núcleo de Apoio à Inclusão) de Cruzeiro do Sul está realizando hoje o Seminário de Educação Especial. Um evento grandioso que está reunindo diversos profissionais da área. A equipe do NAPI do município de Cruzeiro tem realizado um excelente  trabalho no que diz respeito ao atendimento, às especificidades dos alunos com necessidades especiais. Isso sem falar na formação continuada oferecida aos professores entre outros. O NAAH/S, Núcleo de Atividades de Altas Habilidades / Superdotação parabeniza Darci Nicácio e toda a equipe pelas iniciativas. Registramos a presença da Coordenadora da Educação Especial Ursula Maia que deu uma excelente palestra acerca da temática. As técnicas Hadhiane Perez e Andréia Santos, e Márcia Galvão, Coordenadora do CAP Acre.



Hadhiane Perez, Andréia Santos,  Márcia Galvão Coordenadora do CAP Acre, Ursula Maia e Darci Nicácio






Equipe do NAPI de Cruzeiro do Sul









segunda-feira, 25 de julho de 2016

PROGRAMA QUERO LER

O NAAH/S, Núcleo de Atividades de Altas Habilidades/Superdotação, na quarta-feira  (21 de julho) prestigiou a grande iniciativa do governo em fazer a entrega dos computadores na Colônia Souza Araújo. O contato com o mundo da tecnologia vai trazer renovo ao coração dessas pessoas que durante muitos anos foram vítimas do preconceito e por isso ficaram isoladas da nossa sociedade. Estiveram presentes à Coordenação Geral do NAAH/S Brenda Nádyla e as professoras Gleicilene Oliveira, Geciane Martins, Márcia Helena Amaral e Tais Galdino. Registramos ainda a presença da Coordenadora da Educação Especial no Acre Úrsula Maia, do Secretário Adjunto Moisés Diniz, do Secretário de Educação Marco Brandão e ainda o Governador do Estado do Acre Tião Viana.


Secretário Adjunto - Moisés Diniz; Secretário da Educação - Marco Brandão e Governador do Estado do Acre - Tião Viana




Úrsula Maia - Coordenadora do Ensino Especial 


Professora Geciane Martins, Coordenadora do NAAH/S Brenda Nádyla, Secretário Adjunto Moisés Diniz, professora Gleicilene Oliveira, professora Márcia Helena e professora Taís Galdino.

Secretário Adjunto Moisés Diniz, Coordenadora do NAAH/S - Acre Brenda Nádyla e Secretário de Educação Marco Brandão

Professora Taís Galdino; Professora Márcia Helena; Ex-aluno no NAAH/s Luís Eduardo e Coordenadora do NAAH/S Brenda Nádyla
Programa Quero Ler chega à Colônia Souza Araújo e alfabetiza hansenianos
Cerca de 40 pessoas vivem hoje nas dependências da Colônia Souza Araújo e centenas em seu entorno, muitas agora cursando o Quero Ler (Foto: Diego Gurgel/Secom)

Criado pelo governador Tião Viana, o programa de alfabetização de jovens e adultos Quero Ler iniciou nesta quarta-feira, 20, uma turma especial: a de pessoas vítimas da hanseníase que moram na Colônia Souza Araújo.
O espaço foi um leprosário inaugurado no final dos anos 60 e hoje abriga cerca de 40 pessoas que não tiveram para onde ir depois de curadas da doença.
Agora, o Quero Ler chega à colônia para dar uma chance a essas pessoas, mesmo na terceira idade, de iniciar uma jornada mais ampla pelo conhecimento.
Com computadores doados pela Defensoria Pública do Estado, uma sala especial foi montada e muitos já estão motivados a participar.

Vida que não para




Moradora da colônia, ao ser abandonada pela família devido à hanseníase, Fátima da Silva vê agora a oportunidade de completar os estudos (Foto: Diego Gurgel/Secom)

Entre os moradores da colônia, a Fátima da Silva é uma das mais animadas. Rejeitada pela família quando criança ao ser diagnosticada, foi gravemente atingida pela doença, perdendo as pernas e os dedos das mãos. Vivendo na colônia, tentou estudar depois de adulta, mas a visão não ajudava, vítima de um glaucoma. Agora, que tem óculos, espera que os estudos finalmente caminhem.
“Estou sentindo uma alegria de voltar para a sala de aula. Estudei em 2004, mas aí saí por causa da minha vista. Rapaz, estou querendo que dê certo agora”, brinca a senhora.
Já Aldacimar Pereira, morador da região do entorno da colônia, também vítima da hanseníase que atingiu principalmente uma de suas mãos, comemora a oportunidade conquistada. “É uma emoção muito grande que a gente tem com essa oportunidade que estão trazendo pra gente que sofreu com a hanseníase. Quando eu tinha 13 anos, estudava numa escola, e naquela época tinha muito preconceito. Tive que sair da escola para não ‘ofender’ os estudos dos outros alunos. Agora tenho a oportunidade de avançar.”
Um médico contra a hanseníase
Tião Viana é reconhecido nacionalmente por ter sido o patrono da lei 11.520/2007, ainda durante sua atuação no Senado, que instituiu pensão indenizatória às pessoas atingidas pela hanseníase e que foram submetidas a isolamento e internação compulsória em hospitais-colônia. Por causa disso, o governador já foi homenageado por diversas instituições voltadas aos hansenianos no país, sempre cercado de gratidão e emoção.
Como médico infectologista, Tião Viana dedicou grande parte de seu trabalho à luta por dignidade e tratamento humanitário aos pacientes de hanseníase, doença que gerou muito preconceito e colônias de isolamento espalhadas por todo o país nos anos 70. Ele possui um grande reconhecimento e carinho por parte dos moradores da Souza Araújo, estando sempre próximo quando possível.
“Vamos ser o primeiro estado do Brasil a não ter pessoas nessa escuridão que é não saber ler. O melhor amigo que eu tenho é a literatura e é isso que nós queremos pra vocês também. O Bacurau [Francisco Vieira Nunes, fundador do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase no Acre (Morhan)] dizia que o amor é o melhor remédio para a vida. E é isso estamos trazendo para vocês”, disse Tião Viana aos moradores da colônia.
Ousadia na educação
A sala na Souza Araújo é só uma das mais de 300 turmas ativas na capital pelo Quero Ler, que pretende erradicar o analfabetismo no Acre até 2018.
O curso de alfabetização promovido pelo Estado tem duração de oito meses. E para aqueles que desejarem ir em frente, ainda são oferecidos o ensino fundamental e o ensino médio a adultos, com duração aproximada de quatro anos.
O secretário adjunto de Alfabetização, Moisés Diniz, ainda ressalta: “Além dos internos da colônia, temos pessoas morando no entorno, que perderam pedaços de seus corpos devido a essa doença. Por isso a sala com computadores, para que, com estruturas e softwares especiais, eles possam aprender a escrever também”.
O que disseram
“Esse é o mais bonito programa que nos foi dado para coordenar em toda nossa vida. O mundo é do tamanho dos nossos sonhos, a nossa fé e a nossa esperança. E um programa como esse carrega tudo isso.” – Marco Brandão, secretário de Estado de Educação
“Já existem 346 núcleos de aprendizado, mas nenhum é mais especial que esse, porque aqui é uma casa de superação. Aqui vai ser um exemplo de sucesso do Quero Ler. Nunca é tarde pra gente começar a aprender.” – Raimundo Angelim, deputado federal
“Um projeto dessa envergadura tem o desafio de aprender a ler e, aqui, de entrar no mundo da informática. É um sonho. E ele será realizado por um governo de coragem.” – Raimundinho da Saúde, deputado estadual
“Estamos agora na luta para que o governo federal também reconheça aqueles que tiveram hanseníase e foram isolados em domicílio. E estar aqui nesse dia especial me orgulha muito.” – Maria Antonia, deputada estadual
“É um projeto que tem dado certo. Que ninguém desista, e Deus ajude todos a ter forças para se manter até o fim.” – Padre Massimo Lombardi

 FONTE: http://www.agencia.ac.gov.br/programa-quero-ler-chega-a-colonia-souza-araujo-e-alfabetiza-hansenianos/












Capacitação

A equipe de capacitação representada pelas professoras Waldirene Ribeiro e Gleicilene Oliveira, ministraram no dia 19 de julho, oficinas no CAP - ACRE, para 45 profissionais nos turnos manhã e tarde.
O NAAH/S agradece a Coordenadora Márcia Stella e Girlane Vilela pelo convite. 



























segunda-feira, 18 de julho de 2016

CONVITE

O Presidente da Academia Juvenil Acreana de Letras (AJAL), Jackson Viana, aluno do Núcleo de Atividades de Altas Habilidades/Superdotação, estudante da escola estadual de Ensino Médio José Rodrigues Leite, convida os acadêmicos , estudantes, professores e comunidade em geral para a Solenidade de Premiação dos vencedores do II Desafio Literário de Jovens Escritores.
O Núcleo não poderia deixar de prestigiar um evento de suma importância para os amantes da leitura. A Academia conta com sua presença.
Data: 29 de julho de 2016
Local: Sede da AJAL ( Rua Rui Barbosa nº 325 - Centro)
Prédio do CRIE, primeiro piso
Horário: 19h



NAAH/S marcando presença!


O governo do Acre, Tião Viana, e o secretário de Estado de Educação e Esporte (SEE), Marco Brandão, entregaram nesta sexta-feira, 15, nove ônibus e doze barcos, equipamentos que servirão para fazer o transporte escolar dos alunos na zona rural. A solenidade aconteceu em frente ao Palácio Rio Branco.
A entrega dos equipamentos foi acompanhada pelos deputados federais Leo de Brito e Raimundo Angelim, pelo líder do governo na Assembleia Legislativa (Aleac), Daniel Zen, pelo secretário-adjunto de Educação, José Alberto Nunes, entre outras autoridades.
O secretário Marco Brandão destacou a importância em entregar os equipamentos às comunidades da zonal rural, principalmente em um momento em que poucos Estados (e o Acre é um deles), consegue manter os compromissos com os trabalhadores em dia.
“Além desses ônibus e barcos o governo também está realizando a reforma de 50 escolas em todos os vinte e dois municípios. Com isso, o governador Tião Viana ajuda a construir um futuro melhor para as nossas crianças e também para os nossos trabalhadores”, afirmou.
O governador Tião Viana, por sua vez, lembrou que além das 50 escolas que já estão sendo reformadas, a meta é, até o final de 2018, realizar a reforma de mais 150, melhorando a qualidade do ensino e proporcionando melhores condições de trabalho, dando mais dignidade à comunidade escolar.
“Todo esse conjunto de esforços faz parte da política do nosso governo em melhorar cada vez mais a qualidade do ensino, principalmente para as comunidades mais distantes e de difícil acesso”, frisou o governador.
Os ônibus que irão atender as comunidades rurais possuem tração nas quatro rodas e tem capacidade para transportar até vinte e três alunos. Já as embarcações são feitas de alumínio e os bancos possuem enchimento de isopor, o que facilita a flutuação, colete salva-vidas e um sistema de iluminação noturna. 

Fonte:http://see.ac.gov.br/portal/index.php/noticias-em-geral/34-slideshow/460-tiao-viana-e-marco-brandao-entregam-equipamentos-para-transporte-escolar-na-zona-rural




Parceria promissora!

No dia 11 deste mês estivemos presente em uma reunião no SENAI para conhecer o Programa SENAI de Ações Inclusivas " PSAI". Este órgão, conhecedor da inclusão no cenário da educação nacional, em seus cursos, tem cedido vagas a alunos com necessidades educacionais especiais. Porém, com uma demanda crescente, pensando em trazer melhorias a essa clientela está formalizando uma parceria para que seus profissionais obtenham formação em áreas como: Deficiência Visual, Altas Habilidades/Superdotação, Surdez entre outros. 
Através de sua competente equipe pedagógica " Rejane, Maiana, Shirlane, Danyelle e Girlane" que nos recebeu carinhosamente, oferecendo um delicioso lanche da tarde em suas dependências. Também registramos a presença da Coordenadora do CAP-ACRE Márcia Stella e equipe.




Vem aí!!

O Núcleo de Atividades de Altas Habilidades/Superdotação - NAAH/S convida você a prestigiar o lançamento do primeiro Romance Juvenil de uma aluna com Altas Habilidades: " Codinome Valery" - Autora: Laura Almeida.
Dia: 12 de Agosto de 2016
Local: SESC Centro (Avenida Brasil , nº 713)
Horário: 17h


Parceria de Sucesso!

O NAAH/S, Núcleo de Atividades de Altas Habilidades/Superdotação, vem destacar a parceria com Instituto de Matemática Ciências e Filosofi...